Bolsas de pesquisa

1. Tutoria

A tutoria é um projeto piloto da PROGRAD/UFAL. Ele visa assistir os alunos dos primeiros períodos dos cursos de graduação em suas dificuldades teóricas e práticas em seu ingresso na Universidade. Ao se estimular um melhor aproveitamento acadêmico, especialmente do discente em um dos dois primeiros períodos do curso, pretende-se tornar sua experiência acadêmica mais satisfatória e diminuir a evasão no curso.

Coordenador: Prof. Dr. Marcos Silva (marcossilvarj@gmail.com)

A atual equipe de tutores (2016.1) é composta por:

Luiz Henrique Santos
Acácio Ferreira
Juliana Verçosa
Marco Antonio da Silva
Jhonael Ursulino

A tutoria ocorre nas modalidades com bolsa e sem bolsa, com duração de um ano. Além disso, ao final do período de tutoria, o aluno receberá um certificado. A seleção para tutor é feita por meio de análise do histórico, carta de motivação, plano de atividades e entrevista. A seleção ocorre sempre no início do ano letivo.

Para acessar a programação do semestre corrente (2016.1), clique aqui.

2. PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência)

O Pibid é uma iniciativa para o aperfeiçoamento e a valorização da formação de professores para a educação básica. O programa concede bolsas a alunos de licenciatura participantes de projetos de iniciação à docência desenvolvidos por Instituições de Educação Superior (IES) em parceria com escolas de educação básica da rede pública de ensino. Os projetos devem promover a inserção dos estudantes no contexto das escolas públicas desde o início da sua formação acadêmica para que desenvolvam atividades didático-pedagógicas sob orientação de um docente da licenciatura e de um professor da escola.

Objetivos do Programa

  • Incentivar a formação de docentes em nível superior para a educação básica;
  • contribuir para a valorização do magistério;
  • elevar a qualidade da formação inicial de professores nos cursos de licenciatura, promovendo a integração entre educação superior e educação básica;
  • inserir os licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública de educação, proporcionando-lhes oportunidades de criação e participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar que busquem a superação de problemas identificados no processo de ensino-aprendizagem;
  • incentivar escolas públicas de educação básica, mobilizando seus professores como coformadores dos futuros docentes e tornando-as protagonistas nos processos de formação inicial para o magistério; e
  • contribuir para a articulação entre teoria e prática necessárias à formação dos docentes, elevando a qualidade das ações acadêmicas nos cursos de licenciatura.
Para mais detalhes, veja o link:

http://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid/pibid

Coordenadora do programa PIBID: Profa. Ms. Ruslane Bião de Oliveira

3. PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica)

Programa de bolsas financiado pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), que tem como objetivos:

  • “Despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação.
  • Contribuir para reduzir o tempo médio de titulação de mestres e doutores.
  • Propiciar à instituição um instrumento de formulação de política de iniciação à pesquisa para alunos de graduação.
  • Estimular uma maior articulação entre a graduação e pós-graduação.
  • Contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa.
  • Contribuir de forma decisiva para reduzir o tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação.
  • Estimular pesquisadores produtivos a envolverem alunos de graduação nas atividades científica, tecnológica e artística-cultural.
  • Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.” [3]

A bolsa PIBIC deve ser requisitada diretamente pelo professor-orientador, que deve ter titulação de doutor e participar de edital anual do CNPq. Atualmente seu valor é de R$ 360,00, e ela tem validade de um ano.

Para mais informações, acesse: http://www.cnpq.br/programas/pibic/index.htm

4.  Bolsa Permanência

“Este programa visa dar possibilidade de continuidade dos estudos para alunos com vulnerabilidade social. A Bolsa é considerada uma grande contribuição para o provimento de condição favorável aos estudos, bem como fonte motivadora para ampliação do conhecimento, sendo que uma parte dos alunos utiliza o recurso para participação em encontros e eventos.

Na Bolsa Permanência o aluno recebe a quantia de R$ 360,00, oferecendo em contrapartida 12hs semanais de trabalho em setores administrativos da Universidade, ou em área acadêmica.

A inscrição é permanente, e o aluno deve se encaminhar à Gerência de Assistência Estudantil da PROEST para realizar entrevista com uma Assistente Social.” [4]

——————-

[1] <http://www.ufal.edu.br/estudante/graduacao/programas/monitoria>, acessado em 05/03/12.

[2]<http://www.ufal.edu.br/estudante/graduacao/programas/PIBID>, acessado em 05/03/12.

[3]  <http://www.cnpq.br/programas/pibic/index.htm>, acessado em 05/07/12.

[4]<http://www.ufal.edu.br/estudante/o-estudante/assistencia-estudantil/servicos-oferecidos/bolsa-permanencia>, acessado em 31/03/12.