Grupos de Pesquisa

Pretende-se, neste Grupo de Pesquisa, tratar a questão das formas de governo e sua relação com a liberdade política. Essa discussão, que sempre se fez central ao longo da história da filosofia, pressupõe questões essenciais tais como: o papel do cidadão, a lógica da força, os conflitos, as virtudes, a fortuna, a guerra, a diplomacia, assim como um possível conceito de liberdade política.
Website do grupo: www.sites.google.com/ufal.br/gefp

Os encontros ocorrem geralmente às 3as. feiras a partir das 16 horas.

Trabalho de investigação filosófica sobre temáticas da linguagem, mente, conhecimento, lógica, filosofia da ciência e desdobramentos no contexto, especialmente, contemporâneo, como proposta de avanço do conhecimento nestas temáticas na UFAL e na sociedade alagoana.
Os encontros ocorrem geralmente às 6as. feiras a partir das 16 horas.

Este Grupo de Pesquisa visa operar como um canalizador de esforços dos diversos docentes que trabalham o tema da subjetividade, no seu aspecto eminentemente filosófico, na UFAL. Ele surge da constatação de que há uma massa crítica dispersa em nossa universidade, trabalhando a questão da subjetividade e da crítica ao sujeito moderno em seus mais diversos aspectos filosóficos, operando tanto numa diversidade de tradições (fenomenológica, hermenêutica, pós-estruturalista, etc.), quanto numa multiplicidade de temáticas (a liberdade, a temporalidade, a identidade pessoal, a relação mente-corpo, a relação entre a existência humana e a ontologia, entre outros). O Grupo também visa, como seu nome diz, ser um espaço aberto para as tradições críticas da subjetividade moderna, pensando em particular como a problemática da técnica incide sobre a essência do homem contemporâneo.
Os encontros ocorrem geralmente às 5as. feiras a partir das 16 horas.

Vivarium: Linguagem e conhecimento na Filosofia Medieval

Esta linha tem como objetivo investigar temas e questões do pensamento filosófico medieval, em especial aqueles relacionados ao desenvolvimento da lógica, linguagem, ontologia, conhecimento e ciência nos séc. XIII e XIV.