Palestra do Projeto Clinamen nesta 4a. feira, dia 22/03/2017

A Coordenação do Projeto de Extensão Clinamen em conjunto com a Coordenação do Curso de Filosofia convidam para mais um evento do Projeto, com a palestra Leibniz e a crítica ao espaço tota simul newtoniano: a Mônada como causa imediata do movimento, do Prof. Ms. Cloves Thiago Dias Freire

A palestra ocorrerá na Sala 03 do Curso de Filosofia, às 18 horas.

RESUMO: Newton ao postular sua noção de espaço absoluto, com o intuito de superar os entraves da noção cartesiana de movimento, propôs a dissociação ontológica entre espaço e corpo/matéria, tornando o espaço absoluto um referencial inercial para a correta descrição dos corpos em movimento. Entretanto, na opinião de Leibniz, esta noção equivocada de espaço demanda inconsistências metafísicas insolúveis para a filosofia do movimento, pois num espaço indiscernível seria impossível observar a mudança de relação de situação dos corpos. O que implicaria na violação dos princípios leibnizianos da razão suficiente e da identidade dos indiscerníveis. O espaço absoluto seria apenas uma consideração útil, pois o registro da mudança e do movimento não estaria no espaço propriamente, mas intrinsecamente na noção verdadeira de substância ou Mônada. Assim, pretendemos compreender a crítica leibniziana a noção de espaço absoluto newtoniano e sua consequente implicação sobre a determinação das causas do movimento. Como deveremos mostrar, se aceitarmos a noção de espaço absoluto newtoniano como uma teoria consistente, teremos de admitir, como consequência, a impossibilidade da correta determinação do movimento dos corpos, uma vez que num espaço tota simul seria impossível determinar quando um corpo muda de relação de situação com outros corpos.

Palavras-chave: Newton. Leibniz. Espaço. Movimento

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.